VIOLA CAIPIRA – ZÉ VIOLA

22 Maio

Hoje temos um instrumento muito especial em nossa bancada: a viola, arma de guerra, do nosso grande amigo Zé Viola (alguns o conhecem aqui na cidade como Soares da imobiliária).

Ele é um cara exigente e gosta do instrumento FILÉ! Nessa ocasião, a viola estava um pouco dura e desconfortável de tocar, principalmente nas primeiras casas, após a pestana. Isso é muito ruim, pois nas primeiras casas é onde estão as notas básicas e a maioria dos acordes. Uma viola dura para quem toca, prejudica o “pagode”.

Nesse caso, a pestana original não tinha mais jeito, era de plástico e a viola possuía o infame “traste zero”, um recurso tradicional, antigo, que limita um pouco as regulagens. Juntamos então os três fatos para dar um upgrade na viola. Retirei a pestana antiga, juntamente com o “traste zero” e instalei uma bela pestana de osso, novinha, no lugar, para melhorar (e muito!) a performance do Soares.

E ao final, instalamos um jogo de cordas 0.11 em D (ré) nesta belezinha.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: